Arquivo para setembro \29\UTC 2009

Quem se arrisca acerca do futuro dos Downloads?

    lily-allen-brasil-sp

      a cantora em recente show na cidade de São Paulo

Acho muito bacana essa discussão toda em cima do futuro do download. Acho bacana porque o mundo da música tinha até esquecido da discussão que o In Raibows [sétimo disco do Radiohead] tinha provocado. Mas só foi a Lilly Allen fazer alguns desabafos em seu blog, atacar até o baterista do Pink FLoyd, Nick Mason, que choveram críticas sobre a carreira da moça, e tudo verdade, afinal de contas ela é uma artista da internet, que nasceu por causa da rede, oras. De repente os fóruns se reativaram e reportagens especiais nos sites sobre o download voltaram a aparecer. Bandas, músicos, especialistas, selos, gravadoras, todo mundo tem espaço para dar sua opinião sobre o futuro, todo mundo virou vidente virtual. Só esqueceram de entrevistar o mais importante, o público – as pessoas que consomem. Bom, é muito fácil perceber que essa discussão não tem fim e só o tempo vai dizer o que afinal a internet e essa tal de aldeia global vão fazer com a música. Enquanto isso Fred 04, Nação Zumbi e um monte de gente que está com medo vão ficar falando mal da internet, como se fosse possível fazer algo para reverter… bom, vamos lá.

Na onda do Rebolation

O Rebolation é uma daquelas danças que nascem de repente, quando vê um monte de gente já está ensaiando uns pacinhos. AO que sei, esse estilo tem como características os movimentos livres (porém, interligados) dos braços e pés. É feito ao som de música eletrônica, geralmente Psy e muito utilizada em raves desde gênero. Bom, veja e entenda.

Lista Permanente de Vazamentos: Alice in Chains

AIC_FINAL_COVERsmall

Nesta década o mercado tomou outro rumo e deixou muito gente anônima com status de célebre, e muita gente que sempre esteve no foco das lentes sem grana. E o que acontece? Alguém chega com uma idéia de retorno e pronto! Muitas bandas antigas estão voltando e reconquistando o dinheiro com sua marca (ou melhor, banda). Esse é o caso do Alice in Chains, ha 14 anos sem lançar nada. Na verdade, o retorno do grupo americano é uma boa notícia para quem desfrutou o início da juventude na década de 90 e passava o dia inteiro ouvindo as novidades do grunge (leia-se inclusive camisetas compridas e quadriculadas no verão brasileiro). A morte do vocalista Layne Staley vítima de uma overdose, em 2002, havia tirando a chance de um retorno com formação original. Mas depois de negociações, o grupo decidiu voltar aos palcos e lançar um disco de inéditas. Chororô daqui e de lá e a banda assinou o contrato da grande volta.

No dia 19 de junho um teaser da música “A Looking in View” foi lançado no site oficial e causou alvoroço na cena rock mundial. A música era boa e se dependesse dela para resumir o que seria o álbum tudo ocorreria bem. Após o lançamento conseguiu boas posições nos sites de vendas de downloads no mundo todo. Tudo estava programado e o dia 29 de setembro seria o dia ideal para o lançamento do quarto disco do grupo, Black Gives Way to Blue. Claro, se não fosse a calorenta tarde do dia 17 de setembro em que o disco vazou pela internet, tudo teria ocorrido bem (para a banda). O baterista se chateou com a noticia e saiu pros quatro cantos dizendo que isso era como um estupro, que as pessoas não poderiam baixar o disco… É amigo, os tempos são outros.

Mas os caras não tem culpa, o disco é bom, resgata um pouco da identidade que a banda criou ao longo de sua carreira, e olha que estão com vocalista novo. William DuVall fez bonito na sua estréia na banda. E olha só: a crítica e público adoraram as gravações. Resta saber qual será o futuro dessa “nova banda”. Por hoje eles estão na lista dos maiores vazamentos do ano, lembrando que em dezembro teremos a votação do vazamento mais importante de 2009.

Lista Permanente de vazamentos de 2009
04/01 – Years of Refusal – Morrissey
10/01 – Tonigth – Franz Ferdinand
14/01 – The Empyrean – John Frusciante
03/02 – It’s Not Me, It’s You – Lily Allen
18/02 – No Line on The Horizon – U2
29/07 – Hanburg – Arctic Monkeys
17/09 – Black Gives Way to Blue– Alice in Chains
31/09 – The Blueprint 3– Jay Z

Thomas Edson não gostou de Julian Casablancas

juliansolo_cover

A liberação da faixa título do primeiro disco do vocalista do Strokes, Phrazes for the Young, deixou muito crítico sem saber o que fazer e falar. Tanto as publicações grandes como os pequenos blogs, parece que ninguém quer se pronunciar. Tudo porque o disco é bom, mas confesso, não se sabe como será recebido pelo público. Bom, também vou ficar em cima do muro, me limito a falar apenas da capa. E para um fato curioso acerca dela. Está vendo aquele cachorrinho ali, perto do gramofone? bom, Esse singelo cão terrier faz parte de uma emblemática e famosa história dos fonogramas, e também uma grande parábola para comunicadores do mundo inteiro.

A história verídica se passa em 1899 quando o irmão do pintor francês Francis Barruad morreu, deixando seu cachorro – chamado Nipper – aos seus cuidados. O pintor já não sabia como fazer para que o cachorro reconquistasse a felicidade, até que um dia pegou o fonógrafo que pertencia ao irmão, que gostava de gravar sua própria voz nos cilindros e se pôs a ouvir. Toda vez que a voz do seu irmão falecido era reproduzida no fonógrafo, Nipper corria para perto do aparelho e ficava ali, por horas, reconhecendo e se reconfortando com a voz do seu antigo dono. Barruad achou a situação interessante e resolveu pintar o acontecido e procurar a Thomas Edson (sim, o inventor do aparelho) afim de vender a idéia como uma logomarca, segundo o jovem pintor a figura dizia que o fonógrafo era tão perfeito que até um cachorro conseguia distinguir a voz. Edson, rejeitou a idéia e ainda se chateou com a “brincadeira”, afinal, não queria que seus consumidores fossem comparados a um animal.

Voice

Ao saber da história, G. B Owen, um gerente de uma loja de fonógrafos, revendedora da “The Gramaphone Company” incentivou Barraud a mudar o quadro, em vez de colocar o fonógrafo, colocar um gramafone e vender para Emile Berliner, inventor do instrumento. Berliner gostou muito da idéia e comprou na hora. Então, desde 10 de julho de 1900 essa figura faz parte da logo da empresa, hoje utilizada pela RCA, atual proprietária da marca. E como podemos frisar, uma das marcas mais famosas do século. Alguém aí se lembra da logo de Thomas Edson? (era a assinatura dele)

O disco sai dia 19 de Outubro no Reino Unido e dia 20 nos Estados Unidos. Ainda sem informações sobre o lançamento aqui no Brasil. Mas a primeira faixa, 11th Dimension, já está no My Space do rapaz.

Tenha o seu Putumayo em casa

world

Por volta de 1975 o americano Dan Storper viajava pelo mundo à procura de artefatos, roupas e preciosidades dos países que visitava, principalmente nos países da América do Sul, já que na época preparava um estudo sobre os povos latinos. De tanto viajar, decidiu montar uma loja para vender essas preciosidades e custear novas viagens pelos cinco continentes, o nome de loja ficou como Putumayo, em homenagem ao grande rio que liga o sul da Colômbia com o Amazonas, no Brasil. Com o tempo, os muitos compradores de suas mercadorias começaram a aparecer na loja não só para comprar um vestido peruano, ou um colar congolês, mas para simplesmente ouvir as músicas que rolavam na loja, canções que Dan garimpava pelo mundo e que fazia a trilha de suas viagens.

putumayo54

Com isso, já em 1993, decidiu comercializar as músicas e entrar no ramo fonográfico com a missão de introduzir as pessoas a músicas de todas as culturas do mundo, assim nasceu a Putumayo World Music. Nesses quinze anos a marca já produziu cerca de 300 coletâneas das mais diferentes legendas como Brazilian Groove, Latin Jazz, Acoustic Arabia, Café Cubano, Tango around the world e muitos outros temas com boa qualidade tanto sonora como artística. Geralmente consumido por consumidores que se interessam por viagens e artes, o selo costumam chamá-los de “Cultural Criativos”, uma expressão sociológica para quem tem, segundo o conceito, um espírito de aventura e descoberta pelo mundo. Ao todo, o núcleo Putumayo construiu uma rede propriedade de mais de 3000 livros, dom, roupas, máquina de café e de outros revendedores com escritórios em mais de 15 países.

Há alguns dias achei um torret com mais de 130 discos do selo, com boa qualidade e que deu para entender todo o conceito da marca. Vale a pena se você se interessa pelas variadas manifestações artísticas ao redor do mundo. Deu um clique e confira.

o pintor Bob Dylan

bobdylan-1

bobdylan-2

bobdylan-4

bobdylan-3

Lista Permanente de Vazamentos: Jay Z

blueprint3

Estava tudo pronto para o 11 de setembro. Em homenagem ao dia histórico, Jay Z pensou em fazer um show que, além de arrecadar 1 milhão para as famílias dos bombeiros e policiais mortos no acidente, lançaria o décimo primeiro disco de sua carreira, o controverso The Blueprint 3. Mas no dia 31 de agosto, faltando duas semanas para o planejado, eis que o disco inteiro cai na net e um alvoroço se monta ao redor do rap americano. O marido da Beyonce, que também já foi presidente da editora discográfica Def Jam Recordings e da gravadora Roc-A-Fella Records, é um artísta que não só brilha (leia-se lucra) nos palcos mas também – e principalemte – fora dele. Em sua carreira, já produziu, inventou moda, vendeu muito e refez tudo de volta, calma o cara está quase com 40 já. Por isso, não se espantou com o vazamento, segundo ele “Estou animado com a idéia de que as pessoas já vão ouvir o álbum. Estou muito orgulhoso do trabalho que eu fiz, então aproveitem”, disse em entrevista à MTV Americana. Bem ou mal o disco entrou para a nossa lista de importantes vazamentos de 2009.

Mesmo com o vazamento, não há com o que a Warner Music precise se preocupar. Afinal, Jay Z se mostra um artista tão rentável que em apenas uma semana que o disco entrou nas prateleiras, já vendeu cerca de 500 mil cópias só nos EUA, com isso o rapper já superou a marca de Elvis Presley de segundo colocado, ficando atrás somente dos Beatles. Lendo as críticas de sites e blogs especializados, o disco já chega com controvérsia, seja pelo apelo arrogante proposto por Jay Z, ou pelo esforço em tornar as músicas pop o suficiente para estar em qualquer rádio, para isso, foi convocado um time de primeira como No I.D. Kanye West, Swizz Beatz e Timbaland, Rihanna, Alicia Keys, Drake e Kid Cudi. Bom, só escutando mesmo. Leia mais no blog Boo Rap.

Lista Permanente de vazamentos de 2009
04/01 – Years of Refusal – Morrissey
10/01 – Tonigth – Franz Ferdinand
14/01 – The Empyrean – John Frusciante
03/02 – It’s Not Me, It’s You – Lily Allen
18/02 – No Line on The Horizon – U2
29/07 – Hanburg – Arctic Monkeys
31/09 – The Blueprint 3– Jay Z


Carpatia

Este é um blog de pesquisa musical. Por aqui rola de tudo, de tudo mesmo. Manda logo um e-mail, dewiscaldas@gmail.com

Visitas

  • 103,546 acessos
Follow dewiscaldas on Twitter

Acesse o Flickr do Blog

Visite

Quem escreve?

Dewis Caldas é músico, jornalista e pesquisador musical.

Clique e baixe o Disco da Semana

Disco da semana

Raimundo Soldado (1946 – 2001)
O Astro do Maranhão [1985] #forró #santa_inês #arrocha

A Maravilhosa Nuvem de Tags

2 filhos de francisco rita lee cérebro eletrônico lee ac dc black Ice acid rock acid rock beach boys pink floyd progressivo space acid rock led zeppelin gentle giant beach boys yes pink Amado Batista Sony BMG Amy Winehouse Lioness Arctic Monkeys Axl Rose Geffen Chinese Democracy Guns And Roses desapa barack obama lula BBKing Museu Mississipi beatles billboard brasil blue man group Phil Stanton Chris Wink Matt Goldman brega Britney Spears Nua britney spears ronaldo fenômeno circus Cake Gloria Gaynor carlos casagrande altas horas skank sonny BMG centro de eventos do pantanal chitãozinho zororó pauoo sérgio brega dewis caldas corinthians roberto carlos cuiabá Dewis Caldas Ormanne die dual disc matanza bruce springteen duran duran new romantic new wave sintetizador eddie van halen eruption factoide festival calango Franz Ferdinand vazou glam rock 70 david bowie T.Rex Hard Rock Heavy Metal hermeto pascoal horario eleitoral Jimmy Page Leona Lewis Toca Rauuul john lennon joão gilberto gravações raras chico pereira julian casablancas kiss brasil lilly allen It’s Not Me It’s You live nation ticketmaster fusão madonna Brasil Live Nation Warner Brothers Hard Candy S madonna live natin sticky and sweet Madonna Live Nation mallu magalhães marcelo camelo jerry lee lewis mary ga mallu magalhães marcelo camelo my space mário caldato mark ronson lily allen britney spears emi sony bmg jive mercedes sosa michael jackson Michael Rapino moby in this world morre mpb noel gallagher soco oasis panaca OEMT Paralamas do Sucesso Brasil Afora paul mccartney paul mccartney mcdonalds paulo mccartney beatles eleanor rigby memory almost ful pink floyd pink floyd midia Portishead power pop Pete Townshend Rubber Soul Audities The Monke queen brasil paulo rodgers Rage Against the Machine We Are Scientists revival cult morrisey vazamento de discos led radiohead banda antiga the police cauby peixoto amy winehouse quincy jones britneys spears new wave backstreet boys spice girls steve vai richar wrigth pink floyd rip Robert Johnson montagem sem tags por favor Sub Pop Geffen Records NIrvana Guns and Roses talking heads once in a lifetime U2 vazou world music

Ranking dos mais acessados

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 6 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: