Posts Tagged 'pink floyd'

O Pink Floyd está certo em processar a EMI?

O Pink Floyd processou a EMI – sua gravadora há mais de quarenta anos – por ter colocado músicas individuais de sua discografia para download gratuito na internet. A justiça acatou a decisão e mandou a gravadora tirar do ar as faixas disponíveis, permitindo apenas o download de discos inteiros. Pode parecer estranho, mas já explico. A banda inglesa é hoje uma das referências do rock progressivo e Roger Waters, baixista, vocalista e letrista do grupo sempre teve uma fixação na cabeça: construir discos que tivessem músicas ligadas, com a mesma precisão harmônica, de timbres e sensação, como uma ópera ou um musical.

Ele elaborava um tema para o disco e todas as músicas eram de acordo com o tema e suas variações. Como exemplo, o The Wall (79), que aborda o muro que as pessoas colocam ao redor de si e com eles seus medos, traumas e etc. O disco inteiro tem essa temática, começa com o nascimento e a relação do personagem com a mãe, a infância, o casamento, as traições e finalmente o julgamento final. Tal teatralidade deu origem ao filme The Wall, que utiliza todos os recursos temáticos do filme. Para Waters, o disco é uma obra de arte completa, tirar um música é como tirar a orelha da Monalisa. De certa forma ele está certo.

Pois bem, alguns musicólogos dizem que no futuro não existirão discos completos. As pessoas (e a rapidez que elas viverão) vão querer apenas ouvir músicas separadas. Vai querer baixar um áudio isolado e pronto, parte para outro. Isso faz com que o mercado se adapte à essa talvez realidade. Em 2008 o Coldplay lançou o disco Viva La Vida or Death and All His Friends e no mesmo ano jogou no mercado o Ep Prospekt’s March, que funcionou como uma continuação do disco. O Radiohead fez a mesma forma, lançando músicas esporádicas pela internet. Aqui no Brasil, a banda Violins disponibilizou uma música por semana quando foi lançar o disco Grandes Infiéis, em 2005. Esses exemplos são indícios das mudanças que já ocorreram, mas ainda é muito cedo para falar que será definitivo. E você, acredita nessa mudança?

No Palco #01: Live At Pompeii – Pink Floyd

1971 foi um ano decisivo para o Pink Floyd. Logo após a saída do vocalista, guitarrista e também homem que deu o nome da banda, Syd Barret, o quarteto experimentou várias sonoridades tentando a todo custo sair da especulação “space rock” (fruto da corrida espacial entre Eua e União Soviética) e descobrir o seu “verdadeiro” caminho. Um dessas saídas foi a exaustiva incursão ao rock psicodélico progressivo. Na época uma sonoridade difícil de classificar mas que levou a banda a um certo patamar de notoriedade.

Pensando em capturar esta fase o diretor Adrian Maben apareceu com a idéia de fazer um filme/show para a banda. Na época esse tipo de marketing estava ficando famoso por causa do sucesso comercial que foi Live at Leeds, lançado um ano antes pelo The Who.

Porém Adrian não queria apenas um show e seus bastidores, queria algo nunca tivesse sido feito. Foi quando tiveram a idéia de armar um concerto sem público no coliseu da cidade de Pompeii, situada na província de Nápoles, na Italia. Famosa por sua deformação vulcânica, a comunidade foi destruída por uma chuva vulcânica em 79 D.C e até hoje preserva os resquícios do dia fatídico. Um ponto turístico muito delicado por sua estrutura frágil. A banda reservou junto ao governo local cerca de quatro dias para as filmagens, mas foi pega de surpresa por não ter energia suficiente para manter toda a estrutura. Um grande cabo de força foi providenciado com mais de 4km de comprimento do coliseu até a prefeitura mais próxima. Por conta desse atraso a banda só pôde executar o show apenas uma vez, e é essa versão que vemos no filme, que obteve um relativo sucesso na época, sendo exibido na TV, inclusive. Uma versão exclusiva do diretor foi lançada em 2003.

No show, temos a banda em perfeita unidade, no seu melhor momento de transição. Tanta psicodelia e sons cósmicos transformaram um simples show no “primeiro contato com seres de outros planetas” disse a imprensa local logo após o lançamento. O baterista Nick Mason está em sua melhor forma, depois daquele show ele nunca mais esteve tocando tão bem. Canções clássicas como A Saucerful of Secrets e as duas partes de Echoes não tiveram execução melhor do que naquela tarde. Ainda é preciso lembrar-se da famosa cena em que a banda está na lanchonete do Abbey Road, gravando o The Dark Side of The e Moon.

Flaming Lips solta “Eclipse”

Flaming Lips anunciou que o próximo disco é a regravação total do Dark Side od the Moon (1973) do Pink Floyd. E já saiu a primeira “eclipse”

Recriar um clássico não é uma das tarefas mais fáceis no mundo da música. Ainda mais quando esse clássico é de uma banda impecável. E ainda mais quando esse disco é uma dos 10 mais vendidos da história. Só para você ter uma idéia, na Inglaterra, um a cada três pessoas tem esse disco em casa. No mundo, são mais de 300 milhões de unidades vendidas e 17 anos (eu disse 17 anos) entre as 200 músicas mais tocadas do mês no país. Mas não quero falar do disco. Quero falar de uma galera doida do Pará que também regravou o disco todo em ritmo de carimbó, guitarradas e calypso.

Estou falando do The Charque Side of the Moon. Na época foi muito bem aceito pela crítica e gerou uma mídia espontânea muito legal para os músicos participantes. E você pode baixar o disco e ler uma resenha aqui


Carpatia

Este é um blog de pesquisa musical. Por aqui rola de tudo, de tudo mesmo. Manda logo um e-mail, dewiscaldas@gmail.com

Visitas

  • 103,546 acessos
Follow dewiscaldas on Twitter

Acesse o Flickr do Blog

Visite

Quem escreve?

Dewis Caldas é músico, jornalista e pesquisador musical.

Clique e baixe o Disco da Semana

Disco da semana

Raimundo Soldado (1946 – 2001)
O Astro do Maranhão [1985] #forró #santa_inês #arrocha

A Maravilhosa Nuvem de Tags

2 filhos de francisco rita lee cérebro eletrônico lee ac dc black Ice acid rock acid rock beach boys pink floyd progressivo space acid rock led zeppelin gentle giant beach boys yes pink Amado Batista Sony BMG Amy Winehouse Lioness Arctic Monkeys Axl Rose Geffen Chinese Democracy Guns And Roses desapa barack obama lula BBKing Museu Mississipi beatles billboard brasil blue man group Phil Stanton Chris Wink Matt Goldman brega Britney Spears Nua britney spears ronaldo fenômeno circus Cake Gloria Gaynor carlos casagrande altas horas skank sonny BMG centro de eventos do pantanal chitãozinho zororó pauoo sérgio brega dewis caldas corinthians roberto carlos cuiabá Dewis Caldas Ormanne die dual disc matanza bruce springteen duran duran new romantic new wave sintetizador eddie van halen eruption factoide festival calango Franz Ferdinand vazou glam rock 70 david bowie T.Rex Hard Rock Heavy Metal hermeto pascoal horario eleitoral Jimmy Page Leona Lewis Toca Rauuul john lennon joão gilberto gravações raras chico pereira julian casablancas kiss brasil lilly allen It’s Not Me It’s You live nation ticketmaster fusão madonna Brasil Live Nation Warner Brothers Hard Candy S madonna live natin sticky and sweet Madonna Live Nation mallu magalhães marcelo camelo jerry lee lewis mary ga mallu magalhães marcelo camelo my space mário caldato mark ronson lily allen britney spears emi sony bmg jive mercedes sosa michael jackson Michael Rapino moby in this world morre mpb noel gallagher soco oasis panaca OEMT Paralamas do Sucesso Brasil Afora paul mccartney paul mccartney mcdonalds paulo mccartney beatles eleanor rigby memory almost ful pink floyd pink floyd midia Portishead power pop Pete Townshend Rubber Soul Audities The Monke queen brasil paulo rodgers Rage Against the Machine We Are Scientists revival cult morrisey vazamento de discos led radiohead banda antiga the police cauby peixoto amy winehouse quincy jones britneys spears new wave backstreet boys spice girls steve vai richar wrigth pink floyd rip Robert Johnson montagem sem tags por favor Sub Pop Geffen Records NIrvana Guns and Roses talking heads once in a lifetime U2 vazou world music

Ranking dos mais acessados

Enter your email address to subscribe to this blog and receive notifications of new posts by email.

Junte-se a 6 outros seguidores


%d blogueiros gostam disto: